Área Restrita

Área Restrita para acesso dos nossos clientes.


Acesso ao Webmail

área restrita   |   webmail

Negócios: Entenda o que é a cultura do aprendizado 

Cotações e Índices

Moedas - 28/02/2020 16:04:49
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,498
  • 4,499
  • Paralelo
  • 4,420
  • 4,700
  • Turismo
  • 4,320
  • 4,680
  • Euro
  • 4,948
  • 4,951
  • Iene
  • 0,042
  • 0,042
  • Franco
  • 4,644
  • 4,647
  • Libra
  • 5,734
  • 5,779
  • Ouro
  • 237,690
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 28/Fevereiro/2020
  • IOF | Imposto sobre Operações Financeiras.
  • COFINS/PIS-PASEP | Retenção na Fonte – Autopeças.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração mensal.
  • IRPJ/CSL | Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro | Apuração trimestral.
  • IRPJ | Imposto de Renda Pessoa Jurídica | Renda variável.
  • IRPJ/Simples Nacional | Ganho de Capital na alienação de Ativos.
  • IRPF | Imposto de Renda Pessoa Física.
  • REFIS/PAES | Programa de Recuperação Fiscal.
  • REFIS | Programa de Recuperação Fiscal.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Modernização da Gestão e de Responsabilidade Fiscal do Futebol Brasileiro | Profut | Parcelamento de débitos junto à RFB e à PGFN.
  • Previdência Social (INSS) | Programa de Recuperação Previdenciária dos Empregadores Domésticos - Redom (Parcelamento de débitos em nome do empregado e do empregador domésticos junto à PGFN e à RFB).
  • DOI | Declaração de Operações Imobiliárias.
  • DME | Declaração de Operações Liquidadas com Moeda em Espécie.
  • Contribuição Sindical - Autonomos e Profissionais Liberais.
  • Operações com criptoativos
  • Informe de Rendimentos Financeiros - PJ.
  • Comprovante de Rendimentos - Pessoas Físicas.
  • Comprovante Anual de Retenção do IRPJ/CSL/Cofins/PIS-Pasep.
  • Comprovante Anual de Retenção da CSL/ Cofins/PIS-Pasep.
  • IPI (DIF-Papel Imune).
  • Decred.
  • Dirf.
  • Dimob
  • e-Financeira.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Diante de um cenário de pouco crescimento econômico e constantes atualizações tecnológicas, as empresas precisam cada vez mais de colaboradores especializados e produtivos.

Mas como encontrar e atrair esses profissionais qualificados? A solução pode estar dentro da organização!

Com um mercado de trabalho altamente competitivo, muitas vezes buscar e contratar novas equipes pode sair bastante caro e demorado. Foi aí que as empresas e os setores de recursos humanos começaram a apostar na Cultura do Aprendizado.

Afinal, treinar e capacitar talentos internos pode ser muito mais rentável e eficiente do que buscar novos funcionários. Com a cultura de aprendizado, as empresas incentivam seus colaboradores a aprimorar os conhecimentos e habilidades, trazendo muito mais competitividade para a corporação.

Mas como funciona tudo isso na prática? Continue lendo e veja como a cultura de aprendizado é aplicada em uma empresa!


Entenda o que é a cultura do aprendizado

Abrangendo muito mais do que apenas oferecer treinamentos, eventos, cursos e workshops, a cultura de aprendizado envolve toda uma mudança de pensamento na empresa, passando a ter o compartilhamento de conhecimento como um processo no dia a dia do negócio.

Dessa forma, o perfil comportamental da equipe é transformando, deixando o time mais satisfeito e produtivo. Veja alguns dos resultados que a Cultura do Aprendizado traz:

    • Funcionários mais satisfeitos;
    • Aumento da proatividade;
    • Ampliação da eficiência e produtividade;
    • Desenvolvimento de lideranças;
    • Times mais flexíveis e resilientes.

A cultura de aprendizado precisa de planejamento para sair do papel e gerar resultados concretos. Por isso, os setores de Recursos Humanos e T&D precisam participar ativamente dos projetos, definindo objetivos, prazos e tipos de atividades.

Além disso, serão fundamentais as ações de persuasão e estímulo aos colaboradores, seja com certificações ou seja com um plano de carreira.

Para te ajudar a começar uma Cultura do Aprendizado na sua empresa, separamos algumas dicas. Confira:


1 – Use as lideranças

Aproveitar os líderes da sua empresa, estimulando que eles começam a compartilhar o conhecimento entre os seus liderados.

A ideia pode começar de forma simples, como em encontros quinzenais onde cada dia um diretor ou gerente apresente temas distintos. Como ele já tem o entendimento sobre a empresa, o processo é mais efetivo e bem mais barato do que contratar palestrantes externos, por exemplo.


2 – Acerte na divulgação
Como já falamos, criar meios de incentivar a participação dos colaboradores é fundamental para que se tenha resultados com a cultura do aprendizado.

Tenha em mente que é preciso que eles sintam vontade de evoluir e engajem no projeto, por isso, recompensas são é uma ótima estratégia.

 

3 – Dê feedbacks

No gerenciamento de equipes, dar feedbacks é indispensável, assim como é na cultura de aprendizado. O retorno é fundamental para que o colaborador saiba se está evoluindo ou se ainda precisa trabalhar algum ponto.

Assim, o participante se sente parte ativa do processo e fomenta o desejo de aprender sempre mais.


4 – Ouça

Além de dar o feedback, é importante também saber ouvir. Assim, a empresa saberá o que pode ser melhorado ou adaptado, podendo oferecer experiências cada vez melhores e mais eficientes.

 

5 – Avalie resultados

Nenhum investimento em um empresa é feito sem a análise de resultados. E na cultura de aprendizado isso não é diferente.  

Saber se os colaboradores colocam em prática o que aprenderam e quais foram as melhorias adquiridas são alguns dos resultados possíveis de mensurar. Outras quatro funções da cultura de aprendizado que podem ser analisadas são: aplicabilidade; compartilhamento; integralidade; flexibilidade.

Como vimos, a cultura de aprendizado ajuda a melhorar o desempenho corporativo porque adapta as ações de capacitação de acordo com os interesses e necessidades de uma empresa.

Fonte: www.jornalcontabil.com.br - 28/10/2019

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Escritório Contábil Atual  |  Rua Doutor Campos, 241, Centro - Cerquilho SP  |  Fone 15. 3284 1766  |  Fax 3284 3323