Área Restrita

Área Restrita para acesso dos nossos clientes.


Acesso ao Webmail

área restrita   |   webmail

Google volta atrás e não vai mais esconder o www no Chrome, por enquanto

Cotações e Índices

Moedas - 18/02/2020 09:18:04
  • Nome
  • Compra
  • Venda
  • Comercial
  • 4,343
  • 4,344
  • Paralelo
  • 4,260
  • 4,540
  • Turismo
  • 4,320
  • 4,580
  • Euro
  • 4,699
  • 4,702
  • Iene
  • 0,040
  • 0,040
  • Franco
  • 4,425
  • 4,428
  • Libra
  • 5,661
  • 5,664
  • Ouro
  • 219,400
  •  
Mensal - 03/12/2019
  • Índices
  • Set
  • Out
  • Inpc/Ibge
  • -0,05
  • 0,04
  • Ipc/Fipe
  • -
  • 0,16
  • Ipc/Fgv
  • -
  • -0,09
  • Igp-m/Fgv
  • -0,01
  • 0,68
  • Igp-di/Fgv
  • 0,50
  • 0,55
  • Selic
  • 0,46
  • 0,48
  • Poupança
  • 0,50
  • 0,50
  • TJLP
  • 0,59
  • 0,59
  • TR
  • -
  • -

Obrigações Tributárias do Dia

  • 20/Fevereiro/2020
  • IRRF | Imposto de Renda Retido na Fonte.
  • Cofins/CSL/PIS-Pasep | Retenção na Fonte.
  • COFINS/PIS-Pasep | Entidades financeiras.
  • INSS | Previdência Social.
  • EFD - Contribuintes do IPI | Distrito Federal.
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação – PMCMV.
  • IRPJ/CSL/PIS/COFINS | Incorporações imobiliárias | Regime Especial de Tributação - RET.
  • Simples Nacional.
O que você achou do nosso novo site?
Ótimo
Bom
Regular

Depois de anunciar seus esforços para simplificar e encurtar as URLs da Internet por meio do Chrome, a Google decidiu voltar atrás em sua decisão de esconder prefixos como www e m no início de endereço de sites.

A empresa recebeu bastante feedback negativo a esse respeito. Muitos usuários acreditam que eliminar esses elementos pode ter justamente o efeito contrário ao que a Google almeja com todos os seus esforços de simplificação. Há argumentos de que, sem o www ou o m na frente desses endereços, seria mais difícil perceber quando sites fraudulentos tentarem se passar por páginas legítimas.

Realmente, adulterar o www ou outros prefixos em URLs não é exatamente incomum entre ataques de cibercriminosos, mas também é uma prática adotada por sites legítimos. Dessa forma, manter esses elementos pode não ser uma garantia de segurança como se espera.

De qualquer maneira, a Google resolveu pisar no freio e adiar a eliminação do www para a próxima versão do Chrome. Enquanto isso, a empresa quer dialogar com organizações que padronizam alguns elementos da internet para possivelmente encontrar alternativas.

Ainda assim, o m que indica páginas mobile no início de URLs não vai mais ser eliminado, de acordo com a Google.

Fonte: TechTudo | 18/09/2018

Site desenvolvido pela TBrWeb (XHTML / CSS)
Escritório Contábil Atual  |  Rua Doutor Campos, 241, Centro - Cerquilho SP  |  Fone 15. 3284 1766  |  Fax 3284 3323